quinta-feira, 27 de setembro de 2012

SENADOR POMPEU - CEARÁ - BRASIL - PATRIMÔNIO HISTÓRICO RIQUÍSSIMO - TANTO SOCIAL QUANTO CULTURAL E PRÉ-HISTÓRICO - VISITE!

Dólmens nas Pedras Grandes - Na Pedra da Tartaruga  - Senador Pompeu - Ceará  - Brasil
Sítio Pré-histórico - Senador Pompeu - no reino do vento Aracati
(Fotos: Valdecy Alves - se copiar citar a fonte)
O Sítio Pré-histórico das Pedras Grandes em Senador Pompeu (CE), com vários dólmens, popularmente chamados de pedra-montada no Brasil, e esculturas de animais que estão ligadas a antigos mitos. Local de culto religioso e talvez calendário ligado à astronomia, pois há outras curiosas rochas e talvez vários menires, criados por um povo agrícola, recém-saído das cavernas, com certeza descendente do mesmo povo de São Raimundo Nonato, que nas grutas da Serra da Capivara, deixou uma verdadeira Capela Sistina de Pinturas, no Estado do Piauí, Brasil. 

Tal povo dispersou-se pela bacia hidrográfica do Rio São Francisco a partir de Remanso (BA), depois atravessando a Chapada do Ibiapaba, saindo no território cearense, na altura da Tauá, espalhando-se pela bacia do Rio Banabuiú, bacia do Rio Jaguaribe, Bacia do Acaraú, criando letreiros rupestres e megalitos em várias partes do Ceará. POR TUDO ISSO, PATRIMÔNIO HISTÓRICO MATERIAL DO BRASIL E DA HUMANIDADE! VALE A PENA CONHECER E VISITAR.

Caminhada anual da Seca - Senador Pompeu - Ceará - Brasíl
Em homenagem aos mortos do Campo de Concentração da Seca de 32
Todo segundo domingo de novembro de cada ao - Patrimônio Histórico Imaterial
(Foto: Mara Paula - se copiar citar a fonte)
 Caminhada anual da Seca em Senador Pompeu. Realiza-se todo segundo domingo de novembro de cada ano, em homenagem aos milhares de mortos dos campos de concentração de seca de 1932. As concentrações datam desde 1877, 1915 e 1932. A CAMINHADA DE 2012 SERÁ A 30ª. Campos em que os flagelados eram concentrados para não invadirem cidades, podendo entrar quando quisessem, mas proibidos de sair.  A MAIORIA ERA ATRAÍDA POR MENTIROSAS PROMESSAS DE TRABALHO E LÁ MORRIA. Sai da Igreja Matriz de Senador  Pompeu e termina 03 km depois, no cemitério da Barragem ao pé da Serra do Patu, onde, às centenas, os mortos foram enterrados em valas comuns, PASSANDO A SEREM CHAMADOS DE ALMAS PENADAS DA BARRAGEM, que segundo a crença popular obram milagres e são divinizadas, cantadas pelo povo,  homenageadas pelos  artistas,  visitadas por peregrinos, que comparecem ao cemitério, deixando seus ex-votos  e alvos de todo pedido de cura, oração, auxílio material e imaterial pelos mais pobres. NA VERDADE ALVOS DE MAIS UM SURTO  MESSIÂNICO NO NORDESTE. RAZÃO POR QUE É PATRIMÔNIO IMATERIAL DO BRASIL E DA HUMANIDADE!

Cemitério da Barragem do Patu - Senador Pompeu - Ceará - Brasil
Lugar sagrado para todos os nordestinos - Santuário das Almas Penadas da Barragem
(Fotos: Mara Paula - se copiar citar a fonte)

Se a Capela do Socorro em Juazeiro do Norte é local sagrado para os romeiros do Padim Ciço, O Cemitério da Barragem do Patu, em Senador Pompeu (CE), é local sagrado para todo o povo do Nordeste do Brasil, sobretudo para os habitantes do Sertão Central do Ceará, pois simboliza o local onde se encontram os martirizados corpos das ALMAS PENADAS DA BARRAGEM, que pelo excesso de sofrimento, morreram aos milhares, vez que depositadas como coisas num dos Campo de Concentração da Seca de 32, montados pelo próprio Governo, denominado como: CAMPO DE CONCENTRAÇÃO DO PATU. Dor, sofrimento, violação de direitos humanos básicos, martírios, reação pela fé...  RESULTANDO em  SURTO MESSIÂNICO.  POR TUDO ISSO O CEMITÉRIO DA BARRAGEM DO PATU É PATRIMÔNIO MATERIAL DO CEARÁ E DO BRASIL.

Casarões que serviram de estrutura ao Campo de Concentração da Seca de 32
Barragem do Patu - Senador Pompeu - Ceará - Patrimônio Histórico Material
Únicos resquícios de um dos maiores campos de concentração existentes  a partir de 1877 - 1915 - 1932
(Foto: Padre João Paulo - se copiar citar a fonte)
Os casarões acima, em torno do Açude do Patu, Senador Pompeu (CE), serviram de infraestrutura para o Campo de Concentração da Seca 32, últimas testemunhas materiais da prática de campos de concentração na época das grandes secas no Nordeste brasileiro, a exemplo da Seca de 1877, 1915, 1932... DOCUMENTOS GIGANTESCOS DE UMA ÉPOCA QUE NÃO PODE REPETIR-SE. POR ISSO SÃO PATRIMÔNIOS MATERIAIS DO BRASIL - QUE DEVEM SER PRESERVADOS PELA COMUNIDADE E PELO PODER PÚBLICO DE SENADOR POMPEU - CEARÁ - BRASIL.

Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails